Equilíbrio

SABEDORIA

 

Ao ler os escritos, de outras pessoas, é possível ampliar e transformar a nossa visão de mundo. Contudo, o livro mais completo, complexo, maravilhoso e perfeito é a Natureza. Impossível observá-la, sem ficar em estado de êxtase. Em suas linhas estão contidos os mais sábios ensinamentos, as verdades eternas e absolutas. São infinitos os assuntos que podem ser abordados quando se fala em Natureza e, não é sem razão que, os grandes homens da história da humanidade, há séculos, estão tentando decifrá-la.

Na atualidade, por vários fatores, acontece uma série de inversões de valores e, talvez, o mais curioso deles é o fato de nós, seres humanos, naturalizar o que não é natural e desnaturalizar o que é natural. Como, por exemplo, o fato de que somos também natureza, parte integrante de um todo que possui leis naturais de funcionamento para se manter em equilíbrio.

            É natural, que cada um de nós possua características singulares, experiências e aptidões distintas, isso é da nossa natureza. É antinatural desejarmos ser iguais, ter as mesmas experiências e aptidões, criar um modelo normativo de existir.  É natural sorrir e chorar, ter raiva e ter amor, ter medo e ter coragem, ter sofrimento e estar feliz, etc. Estes sentimentos, apesar de serem antagônicos, são parte necessária de nossa constituição. Eles existem para em nós existir o equilíbrio. É absolutamente impossível suprimir, de nossa vida, aqueles que consideramos "negativos". Desejar que isso aconteça é o mesmo que extinguir: à noite, por preferir o dia; a chuva por preferir o sol; o masculino, por preferir o feminino; e assim por diante.

            O Universo é constituído de opostos, diversidades, ciclos e diferenças. E nós, enquanto pertencentes e participantes ativos desse todo, somos feitos do mesmo princípio. Ao desejar suprimir e negar de nossa vida: a dor, o sofrimento, o medo, a insegurança e tantas outras sensações e sentimentos naturais, estamos negando a nossa natureza e questionando as leis naturais, como se ela fosse falha e imperfeita. Uma postura rebelde e imatura. Estas sensações servem como aliadas em nosso processo evolutivo, e não como algo “maléfico”.

Existe, em nossos dias, uma intolerância a frustração. Frente a qualquer sinal de desconforto e negação de desejos não atendidos recorre-se a métodos para anestesiar as sensações e, assim, acaba por se dificultar o processo natural de crescimento. Sem perceber, perde-se a possibilidade de estar no equilíbrio e a maravilhosa oportunidade de transformação quando se desenvolve a inteligência frente às adversidades da vida.

 Por mais que a tecnologia e a ciência avancem, no sentido de melhorar a nossa qualidade de vida, tem “coisas” que fazem parte de um sistema de leis naturais, que são imutáveis, e é necessário que assim seja para que o caos não se estabeleça. O homem não pode alterá-las, sob pena de extinguir a nossa espécie.

Apenas uma reflexão para a sabedoria!

 

Abç

 

Conceda-nos Deus, a serenidade para aceitar as coisas que não podemos mudar. A coragem para mudar as que podemos. E a sabedoria para saber a diferença. (Oração da Sabedoria)

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: