Arquivo do Autor

Estresse e Acupuntura

Sintomas como: refluxo, dores de estomago, azia … podem estar relacionadas ao estresse.

Abaixo vídeo de uma pesquisa realizada pela PUC-RS,  que mostra diminuição do estresse dos pacientes através do uso da acupuntura.

Benefícios da Acupuntura

Conselho Nacional de Saúde alerta que a Acupuntura é Multiprofissional

http://conselho.saude.gov.br/ultimas_noticias/2012/19_abr_recomendacao_acupuntura.html

Brasília, 19 de abril de 2012

CNS faz recomendação sobre exercício da acupuntura

Nesta semana, o Conselho Nacional de Saúde recomendou aos gestores e prestadores de serviços de saúde que observem o caráter multiprofissional em todos os níveis de assistência na implementação de políticas ou programas de saúde referentes às práticas integrativas e complementares, como a acupuntura. “Na prática, não apenas médicos podem exercer a acupuntura. A contratação de forma multiprofissional é preconizada pela Politica Nacional de Praticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde”, lembra o conselheiro nacional de saúde Wilen Heil e Silva, do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO). Para zelar pelo direito do usuário da saúde de acesso aos serviços envolvendo práticas integrativas e complementares, o CNS também recomendou aos conselhos estaduais e municipais de saúde que tomem as providências cabíveis para fazer valer a politica nacional. A utilização da acupuntura no Brasil, nos últimos 26 anos, enquanto recurso terapêutico, além de seguir a legislação sanitária, é regulamentada e fiscalizada pelos conselhos profissionais (autarquias federais). Esses conselhos reconhecem a prática e a respectiva especialização profissional, nas quais são estabelecidos, por meio de resoluções específicas, critérios para garantir à população um tratamento ético e responsável. Com isso, esta prática está respaldada com segurança e eficácia. Ao recomendar que essas informações sejam amplamente divulgadas, também com o apoio das secretarias de saúde estaduais e municipais, o CNS pretende informar corretamente a população sobre o caráter multiprofissional da acupuntura e assim ampliar o acesso da população a esta prática. 

Acesse aqui a legislação e as recomendações anteriores sobre as práticas integrativas

Decreto Presidencial n.o 5.753 de 12 de abril de 2006 que referenda a acupuntura como patrimonio cultural intangivel da humanidade pela UNESCO em 17 de outubro de 2003

Portaria MS nº 971 de 3 de maio de 2006, que aprova a Política Nacional de PráticasIntegrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde

Recomendação do CNS nº 027, de 15 de outubro de 2009

Recomendação do CNS n. o 010 de 11 de agosto de 2011 Recomendação do CNS n. o 012 de 11 de agosto de 2011

VENTOSATERAPIA

O que é

É uma das práticas as Medicina Tradicional Chinesa. Trata-se de um tipo de terapia não invasiva, que tem como procedimento básico a colocação de campânulas ou copos redondos de vidro sobre a pele, gerando a sucção do local, como ventosas. As ventosas são aplicadas em áreas específicas do corpo, principalmente nas costas, ou em pontos dos meridianos.

Como funciona

Seu principal efeito terapêutico é controlar a corrente sanguínea e tem como base a troca gasosa, visando limpar o sangue pela pele, já que a ventosa tem a mesma fisiologia da troca gasosa do pulmão e dos rins. Desse modo, eliminando os gases e toxinas estagnados no corpo pela pressão negativa produzida pelo vácuo, torna o sangue bioquimicamente equilibrado, com o pH das células homogeneamente estável.

Segundo a MTC – Medicina Tradicional Chinesa, as toxinas acumuladas pela sujeira da água, dos alimentos, ou emoções desequilibradas causam a estagnação do sangue coagulado, escuro,  sujo, nos músculos das costas ou nas articulações, causando as doenças, daí a necessidade de retirá-lo para que a pessoa possa se restabelecer. É tida como o “Tratamento Negativo”, que consiste em trazer as células doentes do sangue, do interior do corpo para a superfície, através de fortes absorções. Este método recupera as células doentes.                 

Sua origem e história

Utilizada desde o antigo Egito, ela é também mencionada nos escritos de Hipócrates e praticada pelo povo Grego no século IV A.C.         
O antigo instrumento utilizado para fazer ventosa era a cabaça. Pelos índios americanos era utilizada a parte superior do chifre dos búfalos para provocar o vácuo por sucção oral na ponta do chifre, sendo em seguida tamponado. Os antigos curandeiros conseguiam com seus poderosos músculos faciais e a agilidade, extrair com a boca, por sucção e logo cuspindo, o veneno das cobras, aliviando a dor e as câimbras no abdômen nos infectados.

O uso de ventosa no Oriente foi desenvolvido com base na acupuntura. Ela se fundamenta na crença de que a resistência contra a doença pode ser alcançada, induzindo o corpo a se curar pela aplicação de ventosas em pontos dos 12 meridianos ou em nódulos de reação positiva.  O uso de ventosas no Ocidente antigo era um elemento terapêutico corriqueiro e de grande valor, pois na falta de outros elementos da ciência, a ventosaterapia era utilizada praticamente na cura de todas as doenças. A Europa desenvolveu a ventosa como conhecemos hoje, empregando o vidro.

Indicações

A aplicação da ventosaterapia no corpo traz extraordinários benefícios, não apenas físicos, como psíquicos.

É indicada:

  1. Controle do Sistema circulatório: fortalece a respiração da pele, dos vasos sanguíneos, facilita as trocas gasosas, a limpeza do sangue e o reequilíbrio do pH sanguíneo. Arteriosclerose.
  2. Evita infarto e derrame.
  3. Provoca o alívio de dores musculares, nevralgias, artrites, lombalgia e facilita movimentos articulares.
  4. Mantém a flexibilidade dos músculos e retira fibrosidades e adesões.
  5. Tem efeito relaxante e combate o stress e suas enfermidades.
  6. Terapêutica para gripes, resfriados, pressão alta ou baixa, dor de cabeça, asma, alergia.
  7. Auxilia no tratamento de gastrite.
  8. Acelera a digestão.
  9. Ativa a secreção hormonal.
  10. Associada a massagens, auxilia no tratamento de celulite.
  11. Trata intoxicação por substâncias químicas, remédios e gases.
  12. Auxilia na anemia, pois aumenta a vida útil dos glóbulos vermelhos.
  13. Indicada para doenças do rim e do fígado.
  14. Dá profunda sensação de bem estar e calma ao paciente.
  15. Melhora o estado geral de saúde do doente crônico.
  16. Pode ser aplicada em pessoas de todas as idades.

 Contra-Indicações e efeitos colaterais

O método não apresenta efeito colateral, mas é contra-indicado em caso de suspeitas de hemorragias de qualquer natureza e gestante acima de sete meses. 

A sensação de cansaço após a sessão é normal no início do tratamento e não deve ser motivo de preocupação.

Quando o sangue estagnado for excessivamente anormal, a aplicação da ventosa normalmente faz aparecer uma reação cromática local na cor vermelha enegrecida. Estes hematomas, são indolores e desaparecem naturalmente em poucos dias. Estas reações provam que há resíduos nocivos acumulados em grande quantidade.

 

FACULDADE DE MEDICINA TRADICIONAL DE SHANGAI; Acupunctura Um Texto Compreensível, ed. ROCA, São Paulo, 1996

Psicologia Unisc: sobre a profissão e a prática do psicólogo

Esse vídeo mostra um pouco da profissão e esclarece o que é ser Psicólogo e seu papel social.

A Unisc foi a Universidade onde me formei, deixo aqui meu abraço aos professores Jerto e Teresinha. 

O Psicólogo na atualidade é um profissional preocupado com as questões sociais, especialmente por que nós estamos num mundo em constante transformação” (Teresinha Eduardes Klafke Coordenadora do Curso de Psicologia da Unisc)

“O psicólogo – é importante que ele goste de pessoas, goste de ouvir histórias e goste de entrar nessas histórias e poder conduzir esse sujeito na resolução de seus problemas, em se conhecer melhor. Essa é uma das questões principais de ser psicólogo.”  “Jerto Cardoso da Silva Subcoordenador do Curso de Psicologia da Unisc.)

Autobiografia em Cinco Capítulos

por Nyoshul Khenpo

1) Ando pela rua

Há um buraco fundo na calçada

Eu caio

Estou perdido…sem esperança.

Não é culpa minha.

Leva uma eternidade para encontrar a saída.

———————————————————————————

2) Ando pela mesma rua.

Há um buraco fundo na calçada

Mas finjo não vê-lo.

Caio nele de novo.

Não posso acreditar que estou no mesmo lugar.

Mas não é culpa minha.

Ainda assim leva um tempão para sair.

———————————————————————————

3) Ando pela mesma rua.

Há um buraco fundo na calçada

Vejo que ele ali está

Ainda assim caio…é um hábito.

Meus olhos se abrem

Sei onde estou

É minha culpa.

Saio imediatamente.

———————————————————————————

4) Ando pela mesma rua.

Há um buraco fundo na calçada

Dou a volta.

———————————————————————————

5) Ando por outra rua

Contato

Clínica Terapêutica em Venâncio Aires- RS

Atendimentos com hora marcada.

Celular: 051 9837-5940

Blog: https://alexandraweizemann.wordpress.com

Não se apresse

NÃO SE APRESSE

"Não se apresse em acreditar em nada, mesmo se estiver escrito nas escrituras sagradas.

Não se apresse em acreditar em nada só porque um professor famoso disse.

Não acredite em nada apenas porque a maioria concordou que é a verdade.

Não acredite em mim.

Você deveria testar qualquer coisa que as pessoas dizem através de sua própria experiência antes de aceitar ou rejeitar algo."

(Siddartha Gautama)