Poesia – A voz do Coração

A VOZ DO CORAÇÃO*

 

Me encanta ouvir a voz do coração…

…deixar que dele jorre sua sabedoria, sem interferir com a razão.

Ouvir a voz do coração é a capacidade de conectar-se com a essência da vida…

…é aquele elo que une a todos nós seres humanos.

A sinfonia por ele tocada é aquela suave aos nossos ouvidos…

…fala de companheirismo, bondade, caridade, compaixão,do amor ao próximo como a si mesmo…

…é a sinfonia da alegria de viver.

E por falar em alegria de viver, em nossos dias tem sido comum a ausência deste combustível da vida.

Já nem sabemos o que é estar vivo.

Não percebemos a maravilha que somos e a grandeza a qual pertencemos.

Ah Natureza! És bela, és nobre e perfeita…

Como sou grata de fazer parte desta maravilha chamada de Universo.

Como gosto das coisas simples da vida: sentir o cheiro da terra, apreciar o verde dos gramados.

Observar o milagre de uma flor mudar sua forma para uma fruta.

As deliciosas laranjas, as lindas flores do pessegueiro a transformarem-se em saborosos pêssegos.

Os peixes que incrivelmente vivem dentro d’água. Como pode isso?

Paraste para pensar na diversidade de formas de vida?

Uns embaixo da terra, outros na água e, aqueles, no ar a voar…

Mesmo naquele lugar que imaginamos ser impossível existir alguma forma de vida, lá também está ela: A VIDA.

…simples, mas simplesmente bela e perfeita!

É uma alegria poder viver…

Sou fã dos avanços e descobertas do homem.

São conquistas dignas de orgulho da nossa espécie.

Muitas delas úteis e necessárias, pois facilitam a nossa vida, outras nem tanto.

Mas confesso que não existe nada mais perfeito, maravilhoso e encantador que a Natureza: o pôr-do-sol; um lindo amanhecer; o colorido e o aroma de um dia de primavera; o nascimento de uma criança ou de um passarinho; as disciplinadas, trabalhadoras e previdentes formigas; as abelhas com sua perfeita colméia e o aroma gostoso do mel…

…e tem gente que não acredita em Deus!?!?
O que são os avanços tecnológicos humanos frente ao grandioso, perfeito e impressionante espetáculo chamado Universo?
Se dê um tempo…

Escute o seu coração, escreva poesias para aqueles que você ama.

Deixe seu recado para o mundo.

 Escreva você a sua história e participe da sincronia e perfeição da Natureza.

Seja feliz!

Para isso basta ter alegria de viver, fé na vida e a certeza de que tudo está absolutamente certo…

…caso contrário, já não pertenceríamos à perfeição do Universo!

 Um abraço e um Bom Dia …

Alexandra Weizemann

*Poesia e ilustração da Série do Coração -2006

 

Anúncios

Carl Gustav Jung

Um mestre do Inconsciente: Carl Gustav Jung
 
Carl Gustav Jung (1875-1961), levou a prática da psicoterapia para fora do foco da psicopatologia, conferindo sentido e propósito aos sintomas psíquicos. Longe de ser apenas mais uma teoria psicológica, o legado de Jung abrange o universo em todas suas manifestações: arte, história, mitologia, filosofia e espiritualidade. A vida de Jung é o testemunho concreto do que consiste uma vida vivida em termos de buscas e de descobertas. E segundo as palavras desse grande homem:
"A minha vida é o que eu fiz: a minha obra científica. São inseparáveis uma da outra. A obra é a expressão da minha evolução interior".
 
"Aqui [em psicoterapia] temos de seguir a natureza como um guia, então o que fazemos como terapeutas é menos uma questão de tratamento do que de desenvolvimento das possibilidades criativas latentes no paciente."

O Trabalho

Como trabalha o Psicólogo?

O psicólogo tem como característica ser um pensador, alguém que articula técnica, prática, intuição e conhecimento, para atuar na área escolhida, dentre as existentes na própria Psicologia. Pensa no indivíduo como um todo, buscando entendê-lo em sua realidade social. Coloca-se a meio caminho entre o eu conhecido e o eu profundo, procurando transitar por esta ponte – quando há -, ou construindo-a, se necessário.

 

A principal missão é estabelecer o diálogo do indivíduo com ele mesmo, de maneira que a pessoa consiga ter acesso a seus conteúdos. Quando se estabelece a conexão interior, o relacionamento com o mundo externo passa a ser mais genuíno e verdadeiro, pois a relação com este mundo será mais integrada. A base do trabalho é facilitar o diálogo interior, para assim construir o diálogo do indivíduo com a sociedade, de maneira mais congruente e completa.

Louco é …

“Louco é aquele que não busca(…)

se conhecer melhor”.

 

Senhoras e Senhores…

 

Assim começa boa parte dos escritos do médico Vienense Sigmund Freud (1856-1939), conhecido como o pai da psicanálise. Assim como Darwin e Copérnico, possui o título de ter realizado uma revolução no âmbito humano.

 

Ao investigar e estudar a psique Freud, descobriu que somos movidos pelo inconsciente e nossas ações conscientes seriam apenas a ponta de um enorme iceberg.

 

A partir de sua descoberta, o homem se descobre como não sendo mais o senhor absoluto de si mesmo, mas sendo alguém cujo o comando da vida é feito por forças inconscientes e desconhecidas. E que por vezes, essas mesmas forças inconscientes podem trair seu controle e se manifestar em sonhos, lapsos de memória e atos falhos.

 

Segundo as descobertas freudianas as pessoas experimentam repetidamente pensamentos e sentimentos que são tão dolorosos que não podem suportá-los. Tais pensamentos e sentimentos (assim como as recordações associadas a eles) não podem ser expulsos da mente mas, em troca, são expulsos do consciente para formar parte do inconsciente. E um observador experiente teria condições de identificar essas manifestações e auxiliar no processo de trazer a consciência esse mundo desconhecido e doloroso sobre si mesmo.

 

A técnica por ele eleborada consistia em encontrar-se com o cliente seis vezes por semana, por aproximadamente uma hora por dia. Nesses encontros diários incentivava o cliente falar livremente sobre tudo o que viesse na mente, sem restrições. Assim o psicanalista, com sua escuta e fazendo uso da atenção-flutuante, pode identificar os conteúdos inconsciente que “escapam” e, gradativamente, ir ampliando o grau de consciência do cliente.

 

O relato acima é uma descrição reduzida e simplista da Psicanálise ortodoxa, a técnica é muito mais ampla e profunda. Continua sendo estudada e enriquecida em nossos dias e, como também, a trazer novas contribuições para a compreenssão da psique. A breve citação é para possiblitar um entendimento superficial do funcionamento psicológico. Apesar de Freud, ter descoberto sobre as motivações e manifestações inconscientes no existir humano há aproximadamente um século. É comum encontrar, em nossos dias, pessoas que ignoram sobre esse fator determinante da vida subjetiva: o inconsciente.

 

O texto tem como objetivo desmistificar a crença distorcida de que aquele que busca um Psicólogo é “louco”. Sem entrar no mérito do que é a loucura, citarei apenas o que verbalizou um cliente: “Louco é aquele que não busca um psicólogo para se conhecer melhor”. A colocação por ele feita é no mínimo sábia, pois nada é mais importante nessa vida do que ter condições de responder “Quem sou eu?” Todavia, penso que existem muitas formas de autoconhecimento e, a busca por um profissional para auxiliar no processo é um dos caminhos possíveis. O que não é saudável continuar a acontecer por se ter preconceito e uma visão distorcida dos fatos, é essa busca por um profissional acontecer somente quando já existe um sofrimento e desamparo insustentável. Pois, nesses casos, o processo é muito mais demorado e dolorido.

 

O que precisa acontecer é uma mudança de paradigma, no que se refere a saúde mental. Hoje o trabalho é curativo e precisamos estar dispostos a buscar intervenções que previnam o adoecimento. Que visam despertar as infinitas possibilidades do existir humano. E assim, contribuir mais eficazmente para uma melhora da qualidade de vida individual e coletiva, com Seres Humanos mais inventivos, criadores, fortes, saudáveis e felizes.

 

Abç

Oficina de Expressão

Oficina de Expressão

 

Desde o século 5 a.C., há registros na Grécia, do emprego da Arte, como um meio de tratamento e cura. As expressões artísticas correspondem à expressão psíquica da comunidade e, particularmente, de cada indivíduo. Com isso, a arte passou a ser utilizada como instrumento de expressão cooperadora e transformadora na edificação de Seres mais inventivos, criadores, fortes e saudáveis.

 

Um encontro com o coração

 

O coração é utilizado como uma metáfora, uma vez que ele simboliza, em nossa cultura, o contato com os sentimentos. A expressão através da arte está diretamente relacionada com a capacidade de conectar-se com o Eu profundo, a fonte dos sentimentos, e com isso estabelecer relações fraternas consigo mesmo e com o outro.

 

Como processo facilitador do trabalho terapêutico e social, desenvolvido através da arte e expressão, trabalha-se formas de estimular as potencialidades e possibilidades da personalidade. Ampliando a criatividade e a capacidade relacional, aprimorando os sentimentos e melhorando a qualidade de vida e a saúde.

 

Vantagens da Oficina de Expressão

 

·        Trabalha de forma equilibrada razão e emoção;

·        Diminui o tempo de trabalho terapêutico, devido à diminuição da transferência;

·        Melhora a comunicação consigo mesmo;

·        Melhora nas relações interpessoais;

·        Torna o cliente ativo, mais criativo e independente;

·        Utiliza a comunicação não verbal, aumentando a comunicação plena;

·        Desenvolve maior adaptação, flexibilidade e originalidade;

·        Influencia no dia-a-dia, ao relacionar harmonia e senso estético com maneiras equilibradas de viver.

 

Quem pode participar?

 

·        A Oficina de Expressão atende a qualquer pessoa que esteja com dificuldades emocionais, psicológicas ou queira saber mais sobre si. A Terapia Expressiva é uma maneira criativa de auxiliar em diversas questões emocionais como: resolução de conflitos, melhoria da auto-imagem, reestruturação emocional, minimização de traumas, superação de obstáculos, desenvolvimento de competências pessoais, treino de habilidades sociais, entre muitas outras situações.

·        Pode ser utilizada sozinha ou como coadjuvante em outros tratamentos. Ao propiciar um ambiente de liberdade expressiva, possibilita ao cliente trabalhar suas questões com a ajuda de diversas técnicas artísticas como, dança, teatro, música, literatura, canto, artes plásticas e outras infinitas possibilidades criativas, buscando facilitar e aprofundar a intervenção psicológica.

·        Experimentar os benefícios das terapias expressivas, não se trata apenas de criar uma obra de arte, de tocar um instrumento ou movimentar o corpo, mas sim de vivenciar, em terapia, o potencial e a força criativa que levam as pessoas ao auto-conhecimento, ao encontro do equilíbrio e a superação de suas dificuldades emocionais.

 

Objetivos específicos

 

Como na oficina são utilizados técnicas e dinâmicas de Expressão Artística, possibilita o acesso concomitante a vários medos e necessidades que estão profundamente ocultos ao retorno da consciência. Restabelecendo o uso equilibrado entre razão e emoção nas tarefas do cotidiano, pois ajuda a reconhecer suas dificuldades e a redescobrir sua capacidade criativa.

 

A proposta da oficina é trabalhar:

·        Limites e Fronteiras;

·        Contato com Sentimentos e Sensações;

·        Auto-cuidado e ser Cuidador;

·        Vínculos e Afetos;

·        Expressões não-verbais;

·        Controle da Ansiedade;

·        Auto-estima;

·        Relações interpessoais e Empatia.

 

Existem diferentes tipos de terapia?

Dentro da psicologia existem diferentes abordagens teóricas. O terapeuta escolherá a sua linha de  atuação dentro daquela teroria que mais se aproxima do que ele acredita.

Não existe uma abordagem melhor, entretanto, é importante que o paciente se sinta confiante com seu  psicoterapeuta.

  

Quando buscar ajuda de um psicoterapeuta?

QUANDO BUSCAR AJUDA DE UM PSICOTERAPEUTA?

 

Não existe uma regra para esse momento. Cada um tem a percepção de quando seus  conflitos e sofrimento estão não somente maiores do que sua possibilidade em lidar com eles, mas atrapalhando o bom andamento da vida, interferindo nas relações interpessoais e profissionais. Contudo, podemos dizer que:

…quando  o que você é, já não te satisfaz mais;

…quando sua fala interna, já não lhe der respostas satisfatórias para dar uma nova ordem a vida;

…quando não tiver mais tempo de escutar-se;

…quando escuta a si mesmo e não gosta do que ouve;

…quando seu sofrimento for maior que a comodidade de ser sempre o mesmo;

…quando sentir-se sem apoio da vida. De si mesmo;

…quando o mundo que te rodeia não conseguir despertar suas potencialidades, porque ficaste cego a ele;

…quando não se enxergar como alguém com infinitas possibilidades;

…quando decidir tomar as rédeas de sua vida e ser autônomo dos seus desejos;

Enfim, quando desejar fazer uma "viagem" inesquecível ao mundo interno e inconsciente, para descobrir novas possibilidades e potencialidades e não der conta sozinho!

 

Abç